Escola Biblica

COMPARTILHANDO CONHECIMENTO


250
Data: 2015-09-02
Titulo: Ocultismo na igreja - I
Autor: disseminando
Mensagem:

Ocultismo consiste no estudo e prática de ciências que se rodeiam de mistério. É a ciência das coisas ocultas ou estudo das coisas e fenômenos para os quais as leis naturais ainda não deram explicação. O ocultismo também pode estar relacionado com um conjunto de sistemas filosóficos e artes misteriosas baseadas em sistemas secretos. Muitas pessoas fazem a ligação do ocultismo com o satanismo e magia negra, e em sociedades secretas como os Illuminati.

O termo oculto significa algo que é secreto ou misterioso. Por esse motivo o ocultismo desperta um grande interesse em muitas pessoas, porque elas querem saber coisas misteriosas. Algumas querem saber o seu futuro, recorrendo a uma cartomante, praticante de outra forma de ocultismo, a cartomancia. Esse interesse por coisas ocultas explica o porquê de existirem inúmeros livros que abordam o tema do ocultismo.

Existem também teorias que indicam a ligação do ocultismo e misticismo no nazismo, que em ocasiões revelou interesse por objetos de poder arcano. Além disso, vários autores revelam que o ocultismo está presente em desenhos para crianças (alguns deles da Disney) e também no mundo da música, mais concretamente no rock, em letras escondidas dentro das músicas.

* A Profanação do Templo :

Alguns cristãos evitam esse assunto, contudo temos visto evidências cotidianas da profanação da igreja, como esta escrito :“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.”
2 Tessalonicenses 2:3,4

As igrejas em sua grande maioria estão corrompidas pelo envolvimento dos seus lideres com a maçonaria, ocultismo, satanismo e principalmente pela entrada de inúmeras heresias, desvirtuando completamente os ensinamentos do Senhor e salvador JESUS CRISTO. Tudo isso não restringe aos nossos dias, o apóstolo Paulo em sua cartas já advertia os irmãos sobre a existência desses males no meio da igreja.

Entretanto, não devemos estar surpresos com o aparecimento de falsos líderes religiosos; pois esse também é um sinal que o fim dos tempos está sobre nós, como está escrito: “Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” Mateus 24: 23,24

Quantos professores de seminários, líderes e pastores pararam para pensar que suas ações estão literalmente abrindo a porta para o Anticristo? Embora você possa pensar que a resposta seja “Não muitos”, a realidade é bem diferente. Provavelmente, a maioria dos líderes liberais sabe exatamente o que está fazendo.

Uma estranha distorção da verdade alastrou-se como fogo no cerrado nas igrejas do mundo inteiro. Ela chama o povo de Deus para não apenas compreender nossos tempos de mudança a partir da perspectiva do mundo, mas para realmente seguir o vento e ajudar a alimentar a transformação. Ela usa palavras antigas e familiares para persuadir as pessoas, mas conforma a Palavra de Deus, bem como o pensamento humano, com a visão politicamente correta da unidade, comunidade, serviço e mudança.

Agora, na aurora do novo milênio, as igrejas “conservadoras” e “evangélicas” estão seguindo o exemplo. Redes “cristãs” mundiais fornecem consultores treinados em liderança e em administração para “guiar” o povo de Deus nessa superestrada que leva a uma nova ordem mundial. Esqueça o antigo caminho estreito que leva à vida. Os “agentes da mudança” de hoje esperam popularizar o cristianismo com tanta eficiência que nações inteiras entrem e sigam suas cruzadas.

Esqueça o ensino bíblico sólido e a “ofensa da cruz”. Para ganhar as massas “para Cristo”, a igreja precisa se vestir de uma roupagem mais permissiva e apelativa. Ela precisa ser oferecida e anunciada para o mundo como “um lugar seguro”, purificada dos padrões morais que despertam a convicção do pecado e um desejo de se separar da imoralidade do mundo. Assim, eles reimaginaram uma igreja em que a pessoa possa sentir-se bem consigo mesma e sem qualquer “ofensa” — uma igreja que o mundo possa amar e reconhecer como sua.

A marcha deles em prol de “um mundo melhor” está a caminho. Nessa nova igreja, o pensamento grupal, a contemporização (flexíbilidade), a solução dos conflitos, o processo dialético e o consenso facilitado estão na moda. A convicção sem contemporização e a resistência ao consenso do grupo estão fora da moda. O caminho de Deus parece intolerante demais para se adequar aos sistemas gerenciáveis do novo milênio.

Diante de todas essas informações amado irmão como fica sua fé ?

Você esta preparado para enfrentar esses falsos mestres ?

Você tem procurado conhecer a palavra de Deus ?

Observação : “O conteúdo foi extraído através de pesquisas em livros, revistas e sites.”





Disseminando | Sua fé sem fronteiras.