Escola Biblica

COMPARTILHANDO CONHECIMENTO


250
Data: 2014-11-05
Titulo: Você quer ou não quer servir a Deus ?
Autor: disseminando
Mensagem:

 … Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço. Mas, se eu faço o que não quero, já
não sou eu quem o faz, e sim o pecado que habita em mim. Então, ao querer fazer o bem, encontro a lei de que o mal reside em mim. Porque, no tocante ao homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo, nos meus membros, outra lei que, guerreando contra a lei da minha mente, me faz prisioneiro da lei do pecado que está nos meus membros. Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor, De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de Deus, mas, segundo a carne,

da lei do pecado”.

Todos nós temos que tomar decisões importantes ao longo de nossas vidas e certamente há decisões que tomamos que tem o poder de influenciar não só por um longo tempo como também toda a eternidade.

O ensino do texto acima fala da dificuldade que o cristão enfrenta durante a sua vida aqui na terra. O apóstolo Paulo deu o exemplo que ele mesmo enfrentou em sua vontade de servir a Deus contrastada com a vontade de ser livre e fazer o que bem desejasse fazer. Todo cristão tem esta batalha interior e com certeza o cristão tem que viver consciente desta luta e procurar, com a graça de Deus, fazer a vontade daquele que nos comprou pelo sangue precioso de seu Filho, Jesus. Todos nós sabemos pelo menos um pouco, daquilo que Deus requer de nós, e também sabemos que não fazemos, a contento, a vontade Divina. Por outro lado sabemos pelo menos um pouco, daquilo que Deus não deseja que façamos, porém, somos vencidos por esta força maligna que há dentro de nós e deixamo-nos ser vencidos entristecendo assim o Espírito Santo de Deus.

Se você faz o que deseja fazer, não há dúvida que você não está fazendo a vontade de Deus, isto porque a vontade humana é contrária à vontade de Deus. Na epístola de Paulo aos Romano 8:8 lemos: “Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus”.  Nossos desejos são egoístas, interesseiros e quase sempre vem trazer à luz o que realmente está em nosso interior: Querer ou não querer a comunhão com Deus? Isto é muito grave, uma vez que desejamos ir para o céu, mas nossa própria vontade revela a força do pecado que habita em nós. A consciência desta luta travada dentro de nós deveria servir-nos de advertência para buscarmos, com mais intensidade, a comunhão com Deus ao invés de nos entregarmos, sem resistência ao pecado. Não devemos nos esquecer de que o Espírito Santo, que habita dentro de nós, nos concede o poder para vencermos todo pecado. “Maior é o que está em nos do que aquele que está no mundo” I Jo 4:4.

Afinal, você quer ou não quer servir a Deus? Então obedeça!





Disseminando | Sua fé sem fronteiras.