Escola Biblica

COMPARTILHANDO CONHECIMENTO


250
Data: 2017-12-26
Titulo: Como comemorar o Natal ?
Autor: disseminando
Mensagem:

É verdade que a data do nascimento de Cristo não é 25 dedezembro, já que Jesus deve ter nascido numa noite de primavera ou,mais provavelmente, numa noite de verão, pois o texto bíblico nos informa que, na noite de Seu nascimento, os pastores estavam com as ovelhas no campo (Lucas 2.8), o que não seria possível em dezembro,que é período de inverno no Oriente Médio.
Logo, surge a pergunta: “É correto, então, celebrarmos o Natal?”. Mesmo não sendo 25 de dezembro a data exata do nascimento de Cristo? Não vejo a data ofensiva e antibíblica,devemos, sim, ser coerentes ao comemorarmos este dia. Como disse o apóstolo Paulo, “um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias; cada um esteja inteiramente convicto em sua própria mente” (Romanos 14.15).

O Natal é uma oportunidade de celebrarmos de forma especial este importante acontecimento, que foi a encarnação de Jesus, Deus que se fez carne por nós. É um culto de gratidão a Deus pela Vinda de Cristo. É também uma oportunidade de evangelização, isto é, de convidar as pessoas não crentes a participarem de reuniões especiais onde ouvirão a mensagem da Palavra de Deus sobre as implicações e a importância do nascimento de Cristo. Inclusive, algumas igrejas, como já é de costume, preparam até cantatas natalinas e dramatizações para evangelizar de forma específica nesse período em que as pessoas estão mais sensíveis para à mensagem do Natal.

Fato é que se o Natal for celebrado, ele deve ser celebrado corretamente. Natal não tem nada a ver com Papai Noel, duendes, renas
que voam, carruagens cheias de presentes,meias coloridas penduradas ou coisas parecidas. Papai Noel é uma invenção comercial, é a exploração da lenda de um monge medieval chamado Nicolau, que levantava ofertas durante o ano para comprar presentes para dar na noite de Natal às crianças de um orfanato.

Natal é a celebração do maior presente de todos os tempos: “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e
vimos a Sua glória” (João 1.14).Jesus é Deus encarnado, Deus feito homem, que encarnou para, além de nos dar o exemplo de como devemos viver, morrer na cruz e nosso lugar, para remissão de nossos pecados.

Essa foi a principal razão de Sua vinda.





Disseminando | Sua fé sem fronteiras.